Análise: Super Kickers League: Ultimate

Existem semanas onde todos os jogos que me passam pelas mãos são bons, ou têm algo que fazem realmente bem. A julgar pelo dia de hoje não antevejo uma dessas semanas. Se o jogo que joguei antes foi o que foi, Super Kickers League não é muito melhor. Como já devem ter adivinhado pelo nome este é um jogo de futebol, mas longe de um FIFA e não muito melhor do que o estado actual do eFootball. Falta-lhe visão, controlo da bola e simplesmente ser divertido. O jogo é uma variante 3v3 de futebol num campo pequeno e fechado onde a bola está sempre em jogo e não há árbitro.

Isto poderia ser a base de um jogo de futebol de rua realmente divertido, se o esforço dos criadores tivesse sido utilizado nas melhores áreas. Quando temos o controlo da bola temos apenas algumas coisas a considerar. Existem três toques de bola à nossa disposição, o passe, o passe longo e o remate. Temos ainda uma corrida mais rápida e outros pequenos movimentos aliados a praticamente todos os botões de um comando normal. Além desses temos também acesso a um movimento especial que é único para cada equipa. Nenhuma delas quebra realmente o jogo, mas também não é particularmente útil.

Tendo tudo em consideração este é um jogo muito simples de futebol. Simplicidade é boa, mas normalmente a simplicidade apenas é boa se aliada a bons conceitos de arcade que tornam o jogo frenético. Tudo precisa de ser simples quando tudo decorre à velocidade da luz, mas nada disso acontece aqui. A jogabilidade de Super Kickers League resume-se em correr até à baliza e rematar. Nem sequer é preciso apontar muito já que às vezes, a bola parece passar diretamente através do guarda redes. É quase impossível jogar rápido ou ao primeiro toque. Nada aqui é realmente divertido.

Atacar normalmente é a parte mais divertida de um jogo de futebol, mas talvez aqui seja ao contrário. Infelizmente, não. Defender resume-se a alinhar o nosso jogador com o do adversário e premir um dos botões de defesa. Sem penalidades por violência, as reviravoltas são irritantemente frequentes. É muito difícil saber onde os nossos companheiros estão quando estão fora do ecrã, apesar de existirem setas indicadoras. Se ao menos o jogo bonito de olhar, mas também não é grande exemplo nesse aspeto. O jogo não é bonito ou detalhado.

O jogo tem um multijogador local, mas como nem sempre irão ter com quem jogar irão jogar essencialmente os modos a solo. Infelizmente nestes modos jogamos contra uma IA que varia entre estupidamente fácil e impossível. Este problema parece bem mais técnico do que uma decisão, mas mesmo no departamente das decisões o jogo acaba por falhar. Para dizer a verdade não existem muitos jogos de futebol arcade no mercado, mas se realmente estão à procura de um, talvez Super Kickers League não seja exatamente o que querem.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ComboCaster