Antevisão: Uragun

Uragun é um top-down shooter que se encontra ainda em acesso antecipado. Neste momento o jogo encontra-se ainda muito limitado, apesar de podermos ver já a jogabilidade principal do jogo sem grandes problemas. Aqui controlamos um mech que pode percorrer de forma extremamente móvel os cenário do jogo. No decorrer do jogo vamos tendo acesso a mais armas e no geral conseguimos sentir que o nosso mech está cada vez mais poderoso. A variedade das armas é grande, mas todas elas são bastante normais no género, indo desde lançadores de foguetes até metralhadoras pesadas.

Não podemos mudar tudo no nosso robô, mas as armas têm várias possibilidades que podemos explorar. À medida que avançamos no jogo encontramos vários itens colecionáveis espalhados. Quantos mais itens encontramos mais dano ambiental elemental conseguimos infligir. Podemos melhorar o raio do ataque e adicionar dano elemental aos nossos ataques por exemplo. Alguns dos efeitos podem ter desvantagens também, adicionando mais tempo de recarga por exemplo.

Um dos principais problemas do género é a variedade dos inimigos. Muitos jogos acabam por parecer repetitivos porque os inimigos são sempre os mesmos ou por vezes versões de cores diferentes, chegando ao ponto de até os bosses serem versões maiores de inimigos básicos. Felizmente Uragun não parece ir nesse sentido, tendo já uma boa variedade neste momento. O jogo é também bastante desafiante porque os inimigos têm sempre mais alcance que nós e a quantidade de projéteis no jogo faz com que pareça um bullet hell. O jogo é bastante frenético e temos de equilibrar defesa e ataque. Esquivar não é suficiente e saber quando atacar é essencial.

Visualmente Uragun é interessante, mas não é memorável. O jogo não tem um estilo muito único e olhando para uma imagem isolada de Uragun não nos remete logo para este jogo. Basicamente o jogo parece-se com um punhado de outros jogos que já joguei tanto no PC como em mobile. O design de nível é talvez o destaque neste momento e talvez a vertente que menos parece banal neste momento.

Uragun é um jogo promissor com algumas ideias interessantes, mas precisa de encontrar uma forma de se destacar. Neste momento é um twin-shooter de mech que apesar de divertido não tem nada que seja verdadeiramente único.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ComboCaster