Equipa multitalentos anuncia o jogo sueco Molly Medusa

Desenvolvedora sueca em destaque anuncia Molly Medusa: Queen of Spit, uma aventura em 3D que altera a gravidade, onde todos viram pedra.

O desenvolvedor de jogos indies, músico e autor estreante, Niklas Hallin (Yono And The Celestial Elephants, Belladonna), se juntou à dupla da Burning Planet, Max Malmquist e Karl Rosqvist – ambos com uma vasta experiência em bandas de punk rock/metal (como Danzig, Junk Stars e Michael Monroe). Agora, eles estão prontos para revelar seu próximo projeto.

“Sou um desenvolvedor solo da Suécia. Em 2017, lancei Yono and the Celestial Elephants, uma aventura inspirada em Zelda sobre um deus elefante jovem e ingênuo. Agora, finalmente chegou a hora do meu próximo grande jogo, Molly Medusa: Queen of Spit, e dessa vez estamos usando todo o espaço 3D!”, comemora Niklas Hallin.

Pobre Molly! Uma aprendiz de escultor transformada por uma maldição em uma Medusa com cabelos feitos de serpentes. Assim, todos os seres vivos aos quais ela se aproxima se tornam em estátuas de pedra imediatamente. Todos os seres vivos! Inimigos e amigos, chefes e donos de lojas, monstros e aliados, até mesmo animais e pequenos insetos, todos transformados em pedra.

A aventura de Molly a leva por uma série de templos místicos, enquanto ela batalha com a solidão e a alienação. Dentro desses templos, a gravidade é “local”. O “para baixo” da Molly é calculado a partir da superfície na qual ela atualmente tem os pés, o que significa que ela pode subir paredes ou ficar de cabeça para baixo no teto. Isso permite ao design de fase girar sobre si, enrolando em labirintos que são fisicamente impossíveis. Inimigos petrificados acompanham os quebra-cabeças de gravidade e arquitetura não-euclidiana, em caçadas dignas de M. C. Escher.

Molly Medusa será lançado na Nintendo Switch na primavera de 2023.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ComboCaster