Antevisão: Stellar Warfare

Stellar Warfare é um novo RTS em acesso antecipado construído pelo estúdo Holandês Tense Games e sem por agora ter influência de uma editora. Nele, um evento chamado “The Light” deu origem uma uma guerra civil galática. Poucas pessoas se lembram de como era a vida antes mas existem relíquias espalhadas que provam que alguém esteve aqui antes e estas permanecem na forma de sucata e outros recursos flutuantes. Este universo não é pacífico e existem pequenos conflitos por todo o lado, um pouco clandestinos, mas talvez no futuro alguma paz volte.

Se já jogaram um qualquer RTS, seja ele espacial como Homeworld ou não, irão sentir alguma familiaridade com tudo o que é apresentado, desde os controlos à jogabilidade. A economia do jogo está acente num equilíbrio cuidadoso entre poder, metal e população. Todos os três são necessários para a construção, manutenção e tripulação de naves e instalações, por isso é muito importante manter os três setores da indústria em funcionamento antes que os invasores se aproximem.

Alguns jogos do género optaram por criar sistemas econónimicos muito complexos, mas em Stellar Warfare o que encontramos é um sistema dividido em três áreas, com a grande maioria do foco a ser gasto na guerra. Pessoalmente não podia ter ficado mais contente com esse aspecto, já que não faltam jogos sobre o contrário. Stellar Warfare apresenta uma seção de personalização separada, onde o jogador pode criar até cinco navios personalizados para combater no campo de batalha. Embora a construção geral da nave permaneça a mesma, podemos alterar as opções de arma e cor. As opções disponíveis são bastante amplas, apesar de parecerem limitadas à primeira vista. Podemos criar vários tipos de naves diferentes, com escolhas de escudo e armamento para o mesmo “modelo” de nave, o que lhe dá utilidades bem diferentes. Depois podemos dar uma cor diferente a cada uma por exemplo.

Apesar de a componente a solo do jogo estar muito atrasada, já podemos ter algum vislumbre do que esta poderá vir a ser. O combate é fenomenal neste momento e se os criadores do jogo conseguirem criar uma história interessante e missões variadas e desafiantes, Stellar Warfare pode tornar-se um jogo realmente especial. Juntamente com uma banda sonora atmosférica que enfatiza a vastidão do espaço, Stellar Warfare é absolutamente fantástico de olhar e ouvir. Entre os asteróides, os jogadores irão descobrir saques espalhados que nos dão a conhecer algumas informações sobre o enredo, e caixas que nos dão alguns bónus de armas. Não tenho problema nenhum em que algum lore seja apresentado desta forma, mas gostaria de uma campanha bem estruturada e uma história bem contada e interessante e não apenas lore.

Apesar de Stellar Warfare estar longe de concluído, aquilo que existe neste momento é bom. É bom, mas também pouco, pelo que não posso recomendar o jogo nesta fase. Se como eu gostaram do que viram até agora, podem apoiar o projeto adquirindo o jogo, mas tenham em atenção todas as limitações que ele tem neste estado.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ComboCaster