Análise: Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge

Todos os que nasceram no final dos anos 80 e início dos anos 90 em Portugal devem conhecer as Tartarugas Ninja. Antes de DragonBall se tornar o fenómeno difícil de descrever que foi em Portugal, existiram muitas séries a ocupar as nossas manhas, desde o Homem-Aranha e X-men a Transformers, mas sobretudo as Tartarugas Ninja. Como muitas das minhas opiniões, também está é realmente pessoal, mas para mim esta foi a série de animação que mais me marcou. É principalmente por essa razão que as primeiras imagens de Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge me deixaram tão entusiasmado.

Além de ser uma injeção de nostalgia fenomenal, Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge parecia também ser um Beat’em up bastante competente. A realidade felizmente não se afastou muito dessa minha primeira impressão e desejos. Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge é um jogo bastante competente, embora pouco ambicioso. Aquilo que mais salta à vista ao começar o jogo é o aspeto visual. O vídeo de abertura é simplesmente fenomenal e voltar a ouvir a banda sonora da série é fenomenal. Mas é no jogo em si mesmo tem um aspeto retro, mas no bom sentido. Costumo dizer que a nostalgia faz-nos lembrar das coisas de forma muito mais positiva e Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge faz-nos lembrar o jogo das tartarugas para as arcades, mas este é claramente mais moderno e detalhado.

O género Beat’em up tem recebido um mais do que merecido revival nos últimos anos, com muitos bons lançamentos modernos juntamente com alguns bons remakes e novas entradas em séries antigas. Um dos maiores trunfos das tartarugas é que são muito mais relevantes atualmente do que muitos destes jogos. O facto de serem uma marca que abrange todos os meios possíveis de imaginar ajuda a isso é portanto, Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge acaba por ter um impacto muito maior do que Streets of Rage 4 por exemplo. Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge foi desenvolvido pela Tribute Games, que tal como o nome indica, tem-se tornado ao longo dos anos especialista em reavivar séries antigas. Os seus lançamentos anteriores apenas a tornaram melhor a fazer aquilo que faz e este Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge é talvez o seu melhor lançamento até à data.

Não há muito a separar Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge do jogo arcade lançado há muito muito tempo. O loop da jogabilidade ficou praticamente inalterado. Os jogadores têm que percorrer níveis side-scroll recheados de ninjas do foot clan. Cada nível termina com um boss e todos eles irão ser bastante familiares para os fãs da série. O jogo apresenta uma história mais ou menos original, mas que vai buscar elementos a várias seções da série original. Essencialmente a história consegue soar familiar ao mesmo tempo que não parece uma cópia da serie. Há muito para descobrir e colecionar também, incluindo personagens extra. Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge é um jogo simples mas desafiante. O jogo apresenta todos os elementos desafiantes que conhecemos no género, incluindo aqueles que não gostamos muito. É complicado acertar nos inimigos por não exemplo, sendo essencial alinhar os ataque com os inimigos. Felizmente o movimento é suave e nunca senti que a dificuldade do jogo viesse por entraves dos controlos.

Temos várias personagens à escolha, mas todas elas são muito semelhantes e oferecem resultados essencialmente iguais, variando apenas no ataque especial. Apesar das parecenças, as personagens têm pequenos pormenores que lhe dão personalidade e ajudam a que possamos ter uma favorita por exemplo. Além disso, todas elas têm estatísticas diferentes, podendo adaptar-se melhor ou pior à forma de jogar de cada um. Cada personagem vai também tornando-se melhor aos poucos com a sua utilização. Existem pequenos objetivos para cada personagem e ao cumprir esses objetivos com uma personagem ela recebe um pouco mais de força ou velocidade por exemplo.

Teenage Mutant Ninja Turtles: Shredder’s Revenge é um jogo essencial para os fãs. Os fãs do género apenas podem achar que a jogabilidade é um pouco simples e podem sentir alguma falta de complexidade, assim como falta de opções de dificuldade por exemplo. O jogo conta ainda com a possibilidade de jogar com outros jogadores. A minha experiência com o multi jogador online não foi perfeita. Se por um lado encontrar jogadores foi muito fácil, jogar com várias personagens tornou o jogo bastante caótico. Apesar das suas falhas, este é um dos jogos que mais me deu prazer de jogar nos últimos tempos. O efeito nostálgico é fantástico e só me fez recordar as manhãs de um sábado ou domingo sentado no sofá a ver desenhos animados e a comer uma mega taça de cereais mais açucarados do que deviam.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

ComboCaster